Diretor

Participação da família na vida escolar do aluno é fundamental para seu desenvolvimento

A minha experiência de anos à frente da diretoria do Colégio Batista Brasileiro mostra que nada é mais poderoso para o desenvolvimento de um aluno do que a família estar próxima de sua vida escolar, se preocupando, participando, enfim, fazendo parte do processo também.

A escola não é responsabilidade só do aluno e dos professores. Esse é um trabalho que só apresenta bons resultados se realizado em parceria com a família.

E quando falo em resultados, não me refiro apenas àqueles relacionados às notas. O aluno que tem o privilégio de contar com uma família presente e realmente preocupada com seu desenvolvimento consegue se destacar e atingir todos os seus objetivos mais facilmente. Para isso, a família precisa ter tempo para as crianças e também ser exemplo de alguns comportamentos e valores importantes, como pontualidade, respeito, amor, disciplina, tolerância etc.

Da mesma forma, o processo de aprendizagem escolar não é estanque, mas depende principalmente do papel que a família desempenha dentro, fora e junto à escola. O trabalho dos familiares é apoiar a criança e o jovem a se descobrirem como pessoas e a desenvolverem todas as suas potencialidades, para que no futuro tornem-se adultos autônomos e responsáveis pela própria evolução.

Construir um vínculo com a escola desde cedo e traçar paralelos entre o conteúdo e a vida fora do colégio fazem muita diferença na evolução do aprendizado.  

Além de monitorarem cadernos e boletins, os pais devem estar envolvidos com a vida escolar dos filhos desde o começo. Participar ativamente da educação e do aprendizado facilita não só a percepção das dificuldades enfrentadas pelos alunos como também dá o apoio necessário para que tenham mais segurança para avançar e melhorar seu desempenho.

Pensando em apoiar as famílias nesse processo de acompanhamento da vida e do rendimento escolar de nossos alunos, criamos algumas dicas preciosas para quem deseja estar mais presente e tornar a parceria família-escola ainda mais forte e bem-sucedida.  

Participe da educação de seu filhos desde cedo

Uma família presente na vida escolar dos filhos desde os primeiros anos escolares dificilmente terá um adolescente relaxado com os estudos. As famílias que não dão a devida importância à educação infantil e ao primeiro ciclo do ensino fundamental, por acharem que são fases que não demandam cuidados maiores – e por isso não estão junto da criança quando as primeiras dificuldades escolares surgem –, não terão como opinar quando o filho fizer 15 anos, já que as dificuldades foram se acumulando ao longo da vida escolar. Portanto, se você quer que seu filho evolua e se desenvolva na escola, crie e fortaleça laços desde cedo.

Não vá a escola apenas em reuniões

Presença é fundamental. Além de frequentar as reuniões, é necessário também estar atento aos conteúdos desenvolvidos, procurando se informar sobre as atividades em sala de aula, os trabalhos do período e matérias que estão sendo estudadas. Estreite o relacionamento com a equipe do Colégio, pois os alunos, especialmente os mais novos, se sentem mais seguros e confiantes quando percebem essa ligação entre pais e professores. Criar esse vínculo é fundamental para a criança.

Acompanhe os deveres de casa

Temos plena consciência de que a vida atribulada dos pais nem sempre permite que eles estejam junto dos filhos na hora da lição de casa. Especialistas recomendam um esforço a mais para tornar isso possível. Nesses momentos, pelo menos um adulto responsável pode ajudar fazendo correlações da atividade com o dia a dia, para aumentar a motivação. Por exemplo, ao ver lições sobre as vegetações típicas do país, relembre as paisagens que foram vistas nas viagens em família. Desperte o interesse para que a criança veja a lição de casa de forma mais interessante e crie um momento de interação familiar.

Estabeleça uma rotina

Todos sabemos que estudar um pouco por dia, em vez de deixar tudo para a véspera de uma prova, é o melhor a se fazer. Então, combine com seu filho para que ele se dedique ao menos uma hora por dia a repassar as matérias do período. Conforme o número de matérias for avançando, o ideal é aumentar também o tempo destinado a essa atividade.

Espaço dedicado

Os especialistas recomendam aos familiares estabelecer um horário fixo e um local exclusivo para os estudos. O ideal é que seja um lugar tranquilo, iluminado, limpo e organizado, sem artifícios que tirem a concentração da criança. Nada de televisão, videogame ou irmãos conversando ou brincando por perto.

Leitura por prazer

A leitura é algo que deve sempre ser estimulado em casa. Se ela for encarada como um momento de lazer e prazer, fica mais fácil para as crianças se adaptarem aos estudos. É ideal conversar com os filhos sobre o que estão lendo, lembrando que não precisa ser necessariamente um livro – revistas, quadrinhos, mangás e jornais também são válidos.

Não existe fórmula ideal

As pessoas são diferentes, cada um tem um jeito de fazer as coisas. Existem crianças que são mais visuais e estudam sublinhando livros e fazendo resumos. Tem aquelas que só aprendem repetindo o conteúdo em voz alta para si mesmas. A conclusão é que não existe jeito certo ou errado, o importante é ajudar seu filho a descobrir o que é melhor para ele, o que funciona e dá mais satisfação e motivação.

Organize grupos de estudo

Tanto dentro como fora da escola, as atividades em grupo podem ser benéficas. Se os pais perceberem que a criança sente prazer ao estudar com um ou dois amiguinhos, devem incentivar essa prática. Junte o lazer com o estudo, convide os coleguinhas e leve todos para uma visita ao museu, depois crie jogos ou sugira debates sobre o assunto. Estimular a troca de conhecimento entre as crianças também é uma forma de participar do processo de aprendizagem e criar o gosto pelos estudos.

Finalizo agradecendo a todas as famílias que estão conosco nesse processo e reforço que estamos sempre abertos a tornar essa parceria família-escola ainda mais frutífera para todos, principalmente para nossos alunos.

Prof. Dr. GEZIO D MEDRADO

1 thought on “Participação da família na vida escolar do aluno é fundamental para seu desenvolvimento”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *