Diretor

DÊ UM PRESENTE A SÃO PAULO

“Bem-aventurados os misericordiosos, pois obterão misericórdia” – Mateus 5:7

Com uma população de 12 milhões de pessoas, São Paulo, que comemora 465 anos de fundação dia 25 de janeiro, é a maior cidade do Brasil, da América Latina e ocupa a oitava colocação mundial. A metrópole paulista coleciona impressionantes números, rivalizando-se com os grandes centros de primeiro mundo.

Ao mesmo tempo em que é o mais importante centro econômico do Brasil, é a capital da cultura da América Latina, com uma oferta de lazer, conhecimento e entretenimento sem igual.

A cidade possui 101 museus em funcionamento, colocando-se no topo do ranking o Museu da Imagem e do Som (MIS), Catavento, Pinacoteca do Estado e MASP.

Surpreende com seus 15 mil restaurantes e destes, 11 são estrelados pelo Guia Michelim – a principal publicação gastronômica do mundo. Oferece ainda 70 tipos de culinária. Some-se a tudo isso: 282 salas de cinema, 146 bibliotecas, 40 centros culturais, 182 teatros – com espaços para montagens de grandes espetáculos, como superproduções da Broadway. Coloque ainda 50 shoppings centers e cerca de 60 ruas de comércio temático; 111 parques espalhados pela cidade, como o Ibirapuera, o da Juventude, da Água Branca, Cantareira e outros.

São Paulo é uma cidade que não para, não dorme.

Seu IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) – que mede comparativamente os dados de riqueza, alfabetização, educação, esperança de vida e outros fatores – é dos mais altos do país.

Apesar de todos esses números potencialmente grandiosos e maravilhosos, São Paulo apresenta bolsões de pobreza, miséria, dor, falta de segurança, e um crescimento assustador das drogas.

Apesar de tudo isso, gosto de São Paulo. Cidade que me acolheu quando ainda era criança. Aqui me formei, me casei e constitui família.

Sou Cidadão Paulistano, título que recebi com muito orgulho da edilidade paulistana. Serei eternamente grato à cidade da garoa.

Mas que presente dar a uma metrópole como São Paulo?

Lembrei-me da história de um garoto que todas as manhãs, antes de ir para a escola, recolhia o lixo da praia, próximo à sua casa, além de colher conchas.

Um senhor que a tudo observa, disse ao garoto: não adianta limpar, mesmo porque, mais pessoas, todos os dias, sujam ainda mais. O garoto surpreendeu o ancião com uma resposta sábia: faço a minha parte!

É a tarefa que todos devemos assumir, cada um fazendo a sua parte.

As demandas são grandes, os problemas quase intransponíveis, mas é possível cada um fazer alguma coisa.

Com 116 anos de fundação, o Colégio Batista Brasileiro é um ótimo exemplo do que vem fazendo por São Paulo. Seus professores, funcionários, colaboradores e alunos somam-se ao exército dos que querem ver a cultura, a educação e o bem-estar desta cidade em níveis elevados.

Os problemas são muitos, mas, se todos arregaçarem as mangas e assumirem seus compromissos, certamente São Paulo será melhor.

EU FAÇO A MINHA PARTE, E VOCÊ?

Prof. Dr. GEZIO D MEDRADO

  • números do São Paulo Convention Bureau

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *